Substituição da correia de distribuição

Substituição da correia de distribuição

A correia de distribuição é um componente de grande responsabilidade no comando do motor e no seu bom funcionamento. A sua ruptura ou desvio pode causar graves danos ao motor e imobilizar o veículo.

As correias de distribuição são obrigatoriamente dentadas, devido a necessidade de manter a fase do diagrama de funcionamento do motor, sendo ligeiramente sobredimensionadas, para poder corresponder às mudanças de regime. Isso obriga a que a correia possua acessórios que orientam o seu curso e limitam as suas vibrações e deformação. Para esse efeito, são na maior parte dos casos usados um tensor.

Esses acessórios têm grande importância para a duração e bom funcionamento da correia. Se uma dessas polies ou tensor gripar e bloquear, a correia passa a deslizar na sua superfície, produzindo grande atrito, ruído, aquecimento e possível ruptura. Se o condutor tiver o bom senso de parar o motor, os danos podem ser limitados, mas os custos de substituição e os incómodos ultrapassam largamente o custo de acessório e kits de qualidade. Por outro lado, ao mudar a correia, nos períodos recomendados pelo fabricante do veículo, é sempre da maior conveniência substituir os seus acessórios, como forma de prevenção de futuros danos.